Nova Revista gera economia para o TCE

Bymariana.oliveira

A Revista do Tribunal de Contas acaba de passar por um processo de reformulação que se alinha com as necessidades estratégicas da gestão voltadas para a economicidade dos gastos públicos.[leia mais]

A modelagem anterior continha algumas páginas feitas com papel importado, inclusive com laminados, que eram muito caros. Com o novo projeto gráfico, mantivemos o essencial, que é a busca permanente da qualidade dos conteúdos. Reduzimos a gramatura das folhas e o número de páginas com a extinção da seção de direito comparado. Em termos de custos a diferença é substantiva, com redução de quase 45%.

O eixo temático para as quatro edições deste ano será “As Riquezas de Minas, abrindo com o café, nosso ouro negro e fator de identidade do povo mineiro, uma vez que mais de 700 municípios mineiros produzem café.

A edição conta com a mensagem da Presidente realçando os pilares de sustentação de sua gestão (Escola de Contas, capacitação dos servidores, Suricato, FISCAP, Geobras), além de indicar uma nova formatação para capacitação dos jurisdicionados, pela via das Conferências de Controle Externo.

A seguir, temos a entrevista com o Ministro Augusto Nardes, Presidente do TCU, que nos brindou com a visão do TCU para os novos rumos do controle da Administração Pública.

Além das tradicionais seções de doutrina, pareceres e decisões, comentando a jurisprudência e estudo técnico, contou com uma análise do professor e filósofo Mário Sérgio Cortella acerca do Panta Rei, expressão grega que significa “Tudo muda”. Tudo está em processo de mudança, é precário e transitório. Essa mensagem tem toda pertinência com o momento que vivemos, com a presença da primeira mulher a presidir este Tribunal de Contas, num cenário de mudanças inimagináveis. Mas o pensamento final da mensagem é ainda mais emblemático. É a ideia de que todos somos anjos de uma asa só. Pois só nos realizamos plenamente quando nos juntamos aos outros, quando oportunizamos a presença do outro para nos completarmos. Aí sim, podemos voar e realizar os sonhos sonhados.

O texto está ali para instilar a reflexão de todos os gestores, servidores deste Tribunal de Contas e nosso público externo.

Uma ótima leitura a todos.
 
Márcio Ferreira Kelles
Diretor da Escola de Contas e Capacitação Prof. Pedro Aleixo

mariana.oliveira administrator

X