A prevençãopara o uso de drogas ilícitas são debatidas na Segurança Pública

Bymariana.oliveira

As políticas públicas para as áreas de Educação, Saúde e Segurança Pública foram as grandes novidades das discussões técnicas da Conferência de Controle Externo, promovida em sua terceira edição, neste ano, pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG). Dentro dessa nova abordagem, a Prevenção e Tratamento de Uso de Drogas Ilícitas como Questão de Saúde e Segurança foi um dos temas escolhidos para o debate na área de Segurança Pública, na tarde desta quinta-feira, 7 de maio.[leia mais]

A palestrante Fabiene Alessandra Rodrigues falou sobre conselhos de políticas sobre drogas, que são sistematizados nas três esferas federativas. Ela lembrou que os conselhos, em geral, são formas de participação, frutos de inovações democráticas da Constituição Federal de 1988. A especialista ainda trouxe ao público alguns princípios para o planejamento da política municipal sobre drogas e para o plano local de prevenção, atraindo atenção, especialmente, dos gestores públicos vindos do interior, que compunham a grande maioria dos participantes.

Em seguida, Tanit Sarsur, da Superintendência de Acolhimento da Subsecretaria Estadual de Políticas sobre Drogas, esclareceu sobre a importância do trabalho das comunidades terapêuticas conveniadas com o órgão. Essas entidades formam uma rede complementar de auxílio a dependentes químicos. Tanit também exaltou o papel dos conselhos municipais de políticas sobre drogas (Comad), que teriam um alcance maior que outros órgãos devido a sua neutralidade.

Dentro do mesmo eixo da Segurança Pública, os participantes da Conferência puderam, ainda no mesmo dia, assistir as palestras Avaliação e Qualidade nas Políticas de Segurança Pública, e Questões de Legalidade Quanto à Guarda Mirim e Guarda Municipal.

mariana.oliveira administrator

X