A Escola de Contas homenageia todas mulheres do Brasil

Bymariana.oliveira

“Essa firmeza nos teus gestos delicados, essa certeza desse olhar lacrimejado. Haja virtude, haja fé, haja saúde pra te manter tão delicada assim. Quem é o guia que iluminará os teus dias?”
Ivan Lins – Coragem, mulher. 

Coragem, competência, esforço e sensibilidade são atributos que levaram a mulher a ascender e a galgar postos nos mais diversos ministérios da vida.

No relevante exercício do Controle Externo A Escola de Contas do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, homenageia, neste dia Internacional da Mulher, as mulheres que se destacam nessa importante missão no Brasil.

Acre:

Naluh Maria Lima Gouveia
Conselheira-Presidente Tribunal de Contas do Acre

 Naturalidade: Feijó-Acre
 Data de Nascimento: 03/09/1963
 Estado civil: casada
 ASCENDENTES
 Pai: Francisco Jalder Gouveia
 Mãe: Maria Cleta Nunes de Lima Borges
 DESCENDENTES
 Filhas: Inara Gouveia Jardim e Mariana Gouveia Jardim
 FORMAÇÃO: Graduada em letras, com pós graduação parcial em língua portuguesa e literatura contemporânea. 

 Histórico Político

 Sua militância política teve início em 1978, quando tinha apenas 14 anos de idade, participando ativamente do movimento pela meia-passagem de ônibus  para os estudantes. Era um período em que o vulcão da ditadura militar estava em efervescência, em erupção. Nas reuniões que se realizavam, usavam  codinomes. Seu codinome era Ane. Sua primeira batalha política foi triunfal, é tanto que hoje, mais de 100 mil estudantes usufruem desta conquista. Em 1983  ingressa na UFAC para cursar letras, e junto com outros companheiros e companheiras, fundam o Centro Acadêmico do referido curso. Paralelo a sua  militância estudantil, atuava também no movimento associativo dos professores. Em 1982, filia-se e se torna junto com outros companheiros e companheiras,  fundadora do Partido dos Trabalhadores no Acre. Em 1984, juntamente com outros companheiros e companheiras, como: Marina Silva, Chico Mendes, Maria  Cláudia, Raulino Saraiva, Osmarino Amâncio, Júlia Feitosa, Gomercindo Rodrigues, Raimunda Bezerra, Cleonice Duarte e outros, fundam a CUT – Acre  (Central Única dos Trabalhadores). Em 1986, já formada como professora, passa a militar exclusivamente na antiga ASPAC (Associação dos Professores do Acre), que foi transformada posteriormente em Sindicato, hoje o SINTEAC. No SINTEAC, participou de 02 gestões. A primeira de 1990 à 1992. Na última, participou na condição de presidente, 1992 à 1995. Foi na última gestão, que junto com outros companheiros e companheiras, travaram batalhas políticas que empolgaram e emocionaram o povo acreano, fatos que estão nos anais da história.

A ex-Deputada Naluh Gouveia, agora cumpre uma nova e nobre missão, servindo ao Povo Acreano como Conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Acre.

Fonte: http://www.naluhgouveia.org/index.php

Alagoas:

Rosa Maria Ribeiro de Albuquerque
Conselheira Vice-Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas

 Posse: 27 de novembro de 2007
 Filiação:
 Nivaldo Ferreira de Albuquerque
 Maria Celina Ribeiro de Albuquerque
 Nascimento: 08 de outubro de 1967
 Formação Universitária:
 Graduação em Direito pela Faculdade de Direito de Maceió – FADIMA/CESMAC.
 Atividades:
 Secretária de Administração Municipal – Prefeitura de Limoeiro de Anadia;
 Secretária Adjunta de Assistência Social do Estado de Alagoas;
 Procuradora Geral da Assembléia Legislativa do Estado de Alagoas;
 Atuação nas áreas de direito Civil, Trabalhista e Previdenciário;
 Ouvidora TCE/AL – 18/06/2008 à 2009/2010;
 Corregedora/Ouvidora TCE/AL – Biênio 2011/2012;

 

 

 

 

Maria Cleide Costa Beserra
Conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Amapá:

Maria Elizabeth Calvalcante de Azevedo Picanço
Conselheira-Presidente do Tribunal de Contas do Amapá

 Natural de Macapá-AP.
 – Nascida em 03/04/1960.

 Formação Profissional: 
 – Graduada em Bacharelado em Ciências Contábeis pela Faculdades Integradas Colégio Moderno – Belém-PA, em julho de 1983.

 Atividade Profissional: 
 – Aprovação em concurso público no cargo de Auditor (Conselheiro Substituto), Tribunal de Contas do Estado do Amapá, em 1991.
 – Empossada no cargo de Conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Amapá, em 31 de março de 2010.

Atuação no TCE/AP: 
– A Conselheira integrou a Mesa Diretora biênio 2011/2012 como 1ª Vice-Presidente TCE/AP
– Eleita Presidente do TCE/AP para o biênio 2013/2014 – Reeleita Presidente do TCE/AP para o biênio 2015/2016

Fonte: http://www.tce.ap.gov.br/conselheiros#

Amazonas:

Yara Amazônia Lins Rodrigues dos Santos
Conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas

 Formação:
 
Graduada em Ciências Contábeis, pela Universidade Federal do Amazonas, 1985;
 Graduada em Direito, pela Universidade Paulista – UNIP, 2007.
 
 Nascimento: 05/04/1957
 Posse: 17 de junho de 2014
 Decreto: 12 de junho de 2014
 

 

 

 

Fonte: http://www.tce.am.gov.br/portal/wp-content/uploads/curriculos/yara_lins.pdf

Bahia:

Carolina Costa
Conselheira do Tribunal de Contas do Estado da Bahia

 Data nascimento: 14/01/1977
 Graduada em Direito, Universidade Católica do Salvador, conclusão em 1999
 Nomeada no Cargo de Conselheira: 18/04/2013
 Posse no Cargo de Conselheira: 25/04/2013
 Naturalidade: Salvador-Ba

 Membro de Câmara:
 1ª Câmara:
 Presidente: Biênio 2014-2015
 Membro: Biênio 2012-2013 – A partir de 08/05/2013
 Biênio 2016-2017

 Conselheira Supervisora – Coordenadoria de atuação:
 Exercício 2014: 4ª Coordenadoria de Controle Externo (CCE).
 Quadriênio 2016-2019: 5ª Coordenadoria de Controle Externo (CCE) – 1ª Sessão Ordinária, realizada em 02/02/2016

 

Fonte: https://www.tce.ba.gov.br/institucional/conheca-o-tce/composicao-atual/38-institucional/conselheiros/1765-conselheira-carolina-costa

Ceará:

Patrícia Lúcia Saboya Ferreira Gomes
Conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Ceará

 Sobralense, nascida em 10/10/1962, Patrícia Saboya é graduada em Pedagogia pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Em sua trajetória política de mais de 20 anos as atividades sociais sempre tiveram  prioridade. Como primeira-dama de Fortaleza e do Estado do Ceará, coordenou projetos como o ABC, o Circo-Escola e creches nos bairros da capital cearense. Patrícia Saboya elegeu-se vereadora em 1996,  e, em seguida, deputada estadual. Na Assembleia, criou a Frente Parlamentar pela Infância e Adolescência, a primeira do Brasil. Exerceu o mandato de Senadora de 2003 a 2011, onde coordenou a Frente  Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente. Foi relatora de quatro importantes protocolos das Nações Unidas  que dizem respeito à defesa dos direitos da infância, da adolescência, das  mulheres e dos migrantes. Presidiu a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do Congresso Nacional contra a Exploração Sexual  de Crianças e Adolescentes – um trabalho de forte repercussão nacional e  internacional. Vice-líder do governo no Senado de 2003 até o início de 2006, também foi presidente da Comissão de Assuntos Sociais, em 2007, exercendo essa função por dois anos. Em 2009, foi eleita Quarta Secretária da Mesa Diretora do Senado Federal – a primeira senadora cearense a ocupar esse importante posto. Foi autora da Lei 11.770/08 que ampliou a licença-maternidade de quatro para seis meses, sancionada pelo presidente Lula em 2008 e elaborada em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Também é de Patrícia Saboya a Lei 12.010 de 2009, denominada Nova Lei da Adoção, que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Código Civil, a Consolidação das Leis do Trabalho e a Lei de Investigação de Paternidade, estabelecendo mudanças significativas no processo de adoção. Em 2011 assumiu novo mandato na Assembleia Legislativa do Ceará. Foi indicada para o cargo de Presidente da Universidade do Parlamento Cearense, legalmente reconhecida em 2013 pelo Conselho Estadual de Educação, credenciando-se uma Instituição de Ensino Superior. Comprometida com a gestão pública, Patrícia Saboya foi eleita Conselheira do TCE Ceará por unanimidade, durante votação secreta na Assembleia Legislativa, em 27 de fevereiro, através do Decreto Legislativo 02/14, de autoria da Mesa Diretora, que a indicou para o cargo. Sua nomeação foi assinada pelo governador do Ceará, Cid Ferreira Gomes, em 10 de março de 2014. Patrícia Saboya foi empossada no cargo pelo presidente Valdomiro Távora, em solenidade realizada no dia 31 de março de 2014. A nova Conselheira assume na vaga decorrente da aposentadoria do conselheiro emérito Pedro Augusto Timbó Camelo.

Fonte:http://www.tce.ce.gov.br/institucional/composicao-atual/29-presidencia/institucional/composicao-atual/1486-patricia-lucia-saboya-ferreira-gomes

 

 

 

 

Soraia Thomaz Dias Victor
Conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Ceará

Primeira mulher Conselheira desta Corte de Contas, ingressou em outubro de 2003, na vaga de livre nomeação do Governador do Estado. Em dezembro do mesmo ano foi eleita Presidente, por unanimidade, para o biênio 2004-2005, em sua gestão deixou a marca da modernização nos procedimentos de trabalho implantando o PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, Plano de Auditoria anualizado e priorizando e agilizando a instrução e julgamento de processos, para atingir este objetivo implantou a certificação ISO 9001 nos processo de contas. Este legado se perpetua com a recertificação no ano de 2011, com base na Norma ISO 9001:9008. Graduada em Engenharia Civil e Direito pela Universidade de Fortaleza, cursou Ciências Econômicas na Universidade Federal do Ceará, cursou especialização em Administração da Qualidade pela Universidade Federal do Ceará em parceria com a FIEC e Direito Constitucional pela Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará (ESMEC). Servidora de carreira da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará, tendo ocupado os mais diversos Cargos em várias secretarias, dentre elas: Assessora da Divisão de Projetos e Fiscalização de Obras, Diretora do Departamento de Prédios e Aparelhamentos Educacionais ambos na Secretaria da Educação; exerceu a função de auditora de controle interno do Governo Estadual, em função de participação em processo seletivo; Diretora do Departamento de Modernização Administrativa na então Secretaria da Administração, chegando a ser posteriormente Secretária de Estado daquela pasta; Diretora da Divisão do Cheque Salário, Membro do Comitê de Coordenação para Implantação do Projeto da Qualidade Total da SEFAZ; Coordenadora de Administração Fazendária para a área de Recursos Humanos na Secretaria da Fazenda; Subsecretária e, posteriormente, Secretária Executiva da então Secretaria do Planejamento e Coordenação. Foi membro da Comissão Central de Licitação da Prefeitura Municipal de Fortaleza. Atualmente é membro do Conselho Fiscal do Instituto Rui Barbosa que congrega todos os Tribunais de Contas do Brasil. Desenvolveu e Coordenou diversos Projetos tais como o de Recuperação de 615 escolas (SEDUC/1991) no prazo de 90 (noventa) dias, participou da implantação do Manual Básico de Organização do Estado do Ceará – MBO (SEAD – 1993), coordenou e implantou o Plano de Cargos e Carreiras da SEFAZ (1996) e participou da implantação do novo Modelo de Gestão da SEFAZ (1997). Coordenou e implantou o processo de reestruturação da SEPLAN e IPLANCE (1998) e o processo de qualificação da ISO 9001, do Departamento Gráfico da Secretaria da Administração, bem como de sua continuidade da certificação (1999-2000), mudando o paradigma de impressão do Diário Oficial do Estado. Participou da implantação, no âmbito do Poder Executivo, da Rede Governamental – REGAV (1999). Participou em viagens internacionais como Chefe da Delegação Cearense à Índia, para viabilizar o Programa Ce@rá Digital, para desenvolvimento de empresas cearenses na área de desenvolvimento de softwares (2001); da Delegação Brasileira à Inglaterra no encontro de países em desenvolvimento, Brasil, Índia e China, como única representante de um governo subnacional (2000) e como representante do Governo Cearense em missão de Estudo Análise e Avaliação do Sistema e Políticas Educacionais de Singapura, Austrália e Nova Zelândia, promovido pelo Banco Mundial (2001).

http://www.tce.ce.gov.br/institucional/composicao-atual/29-presidencia/institucional/composicao-atual/39-soraia-thomaz-dias-victor

Distrito Federal:

Anilcéia Luzia Machado
Conselheira do Tribunal de Contas do Distrito Federal

 A Conselheira Anilcéia Machado tomou posse nesta Corte em 22 de fevereiro de 2006 e, desde então, tem se dedicado com tenacidade às atividades de Controle Externo.  Natural de Itapaci, em Goiás, a Conselheira também já foi Administradora Regional de Sobradinho; Coordenadora da Política do Idoso, na Secretaria de Estado de Assistência  Social do DF e Deputada Distrital.

 Fonte: http://www.tc.df.gov.br/web/tcdf1/plenario

 

Espirito Santo:

Márcia Jaccound Freitas
Auditora do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo

 
 Cargo: Auditor(a)
 Setor: Auditoria
 Aniversário: 18/01/1959
 Histórico: 
 Capixaba, formada em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e mestre em Administração, também pela PUC-RJ.  Especialista em Finanças Públicas e Gestão Governamental pela Escola Nacional de Administração Pública de Brasília (Enap) e especialista em Direito Público  pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV).
 
 Iniciou sua carreira profissional como Auditora da Price Waterhouse – auditores independentes. Ingressou na Administração Pública no Grupo de  Assessoramento Superior-GAS-F, da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), onde atuou como chefe de Serviço de Controle da Dívida e gerente do  Departamento de Administração Financeira.
 
 Foi analista de Finanças e Controle do Ministério da Fazenda e, em 2002, após aprovação em concurso público assumiu o cargo de Auditora do Tribunal de  Contas do Estado do Espírito Santo.
 
 

Goiás

Carla Cíntia Santillo
Conselheira-Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Goiás

 Natural de Anápolis-GO. Filha de Henrique Antônio Santillo e Sônia Célia Santillo. É graduada em Odontologia, com especialidade em Endodontia. Implantou e coordenou os  departamentos Administrativo, Contábil e Financeiro da  Unidade de Referência da Central Odontológica de Anápolis. Eleita deputada estadual em 2002, foi membro efetivo da Comissão de Constituição e Justiça no 1° biênio (2003-2004). No segundo biênio, exerceu o cargo de 2ª vice-  presidente da Assembleia Legislativa do Estado. Foi empossada como conselheira do Tribunal de Contas do Estado em 1°/04/2006. Atuou, em 2008, como corregedora-geral  e, no biênio 2013-2014, vice-presidente do órgão. É a  atual presidente do TCE-GO.

Fonte: http://www.tce.go.gov.br/Instituicao/Composicao

Mato Grosso:

Jaqueline Jacobsen
Conselheira substituta do Tribunal de Contas Mato Grosso

 Natural de Cuiabá – MT
 Nascida em 13/02/1971
 Formação Profissional:
 Graduada em Administração pela Universidade Federal de Mato Grosso em 1992
 Pós-graduada em Auditoria das Entidades Governamentais pela Universidade Federal de Mato Grosso
 Pós-graduada em Gestão Pública pela Faculdade Afirmativo
 Pós-graduada em Controle Externo pela Fundação Getúlio Vargas.
 Atividade Pública:
 Auxiliar Judiciária no Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso 1995-1998
 Taquígrafa Judiciária no Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso 1999
 Atuação no TCE-MT:
 Auditora Pública Externa do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso 1999-2011
 Empossada no cargo de Auditora Substituta de Conselheiro em 01/11/2011
 Conselheira Interina no ano de 2015
 Publicações
 • “Família e Sociedade”, autora-colaboradora.

 Fonte:http://www.tce.mt.gov.br/conteudo/index/sid/559

Mato Grosso do Sul:

Marisa Joaquina Monteiro Serrano
Diretora da Escoex – Conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul

 Data de Nascimento: 21/06/1947
 Naturalidade: Bela Vista/MS
 Filiação: Mãe – Zilda Monteiro Serrano
 Pai – Fernando Serrano Guimarães
 FORMAÇÃO:
 Letras, Faculdade Dom Aquino de Filosofia, Ciências e Letras, Campo Grande, MS, 1965-1968
 Pedagogia, Fac. Dom Aquino de Filosofia, Ciências e Letras, Campo Grande, MS, 1978-1980
 MANDATOS ELETIVOS: 
 Vereadora, 1977-1982, Campo Grande, MS
 Deputada Federal, 1995-1999/ 1999-2003
 Vice-Prefeita, 2004-2006, Campo Grande, MS
 Senadora, 2007-2014
ATIVIDADES NO TCE
Diretora da Escola Superior de Controle Externo biênio 2015/2016
Diretora da Escola Superior de Controle Externo biênio 2013/2014
Tomou posse no cargo de Conselheira em 27 de junho de 2011 

Minas Gerais:

Adriene Barbosa de Faria Andrade
Conselheira do Tribunbal de Contas do Estado de Minas Gerais

 Adriene Barbosa de Faria Andrade é natural de Boa Esperança, nascida em 24 de maio de 1964. Primeira de três filhos do casal Joel Neto Faria e Dalma Barbosa Faria, é  casada com Clésio Soares de Andrade e tem dois filhos:  Diego Barbosa de Faria Brito e Bruna Barbosa de Faria Brito. Graduada em Direito pela Faculdade de Direito Milton Campos, defendeu tese em monografia intitulada “O Pacto Federativo Brasileiro e os Municípios”, tendo sido  aprovada  por unanimidade, com a nota máxima, com louvor. Ocupou diversos cargos públicos relevantes, dentre eles, a de Prefeita do município de Três Pontas-MG e a de Presidente da Associação Mineira de Municípios-AMM,  por  dois mandatos. Foi presidente da Associação de Pais e  Amigos dos Excepcionais-APAE de Três Pontas, sendo ainda Delegada Regional Sul II de APAE’s, atuando por 14 a  nos em defesa das políticas públicas voltadas aos  portadores de necessidades especiais. Foi também membro do  Conselho de Administração da Federação Estadual de  APAE’S e membro titular do Conselho do Serviço voluntário de Assistência Social-SERVAS. Teve participação  atuante como membro do Conselho Municipal de Assistência Social por vários mandatos. Atuou ativamente, em sua juventude, junto a movimentos políticos estudantis, tendo sido Presidente do Grêmio Estudantil por três  mandatos. Primeira mulher eleita Prefeita de Três Pontas-MG, para o mandato 2001-2004. À frente do Executivo Municipal iniciou forte processo de industrialização no município. Participou ativamente de movimentos em prol da  cafeicultura e implantou diversos programas de modernização administrativa. Em sua gestão, Três Pontas foi um dos cinco primeiros municípios do sudeste do Brasil a executar o PMAT-Programa de Modernização da  Administração Tributária e também um dos primeiros municípios mineiros a adotar o pregão. Primeira mulher eleita Presidente da Associação Mineira de Municípios-AMM, atuando por dois mandatos. Como presidente da  Associação Mineira de Municípios-AMM implementou profunda reforma gerencial integrando, de forma inovadora, os 853 municípios mineiros, aumentando sua representatividade. Em sua gestão a Associação Mineira de  Municípios-AMM adquiriu força política e tornou-se pólo disseminador de aperfeiçoamento da gestão pública. À frente da Associação Mineira de Municípios-AMM, proporcionou aos servidores e agentes políticos mineiros uma gama  de cursos, seminários e palestras com temas afetos à administração pública, através de parcerias com órgãos governamentais, destacando-se, dentre todos, o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, através da Escola de  Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo. Ao longo de sua vida pública, foi condecorada com importantes insígnias, das quais se destacam o “Colar do Mérito da Corte de Contas Ministro José Maria de Alkmim” em 17 de  setembro de 2003, alta condecoração que é outorgada a pessoas ou instituições que tenham prestado relevantes serviços ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais em reconhecimento de mérito. Foi também condecorada com a “Medalha da Ordem do Mérito Legislativo” e com a “Medalha do Grande Mérito Municipalista”. Indicada pelo Governador Aécio Neves para ocupar o cargo de Conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, foi plenamente aprovada pelos Deputados da Assembléia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Nomeada Conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais pelo Governador Aécio Neves, Adriene Barbosa de Faria Andrade tomou posse no dia 10 de novembro de 2006. Foi Corregedora da Corte de Contas no biênio 2009/2010 e Vice-Presidente no biênio 2011/2012.

Raquel Simões
Diretora-Geral do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais

 

 

 

 

 

Pará:

Maria de Lourdes Lima de Oliveira
Conselheira Vice-presidente

 Bacharel em Pedagogia (UEPA);
 Prefeita Municipal de Irituia (1988 – 1991);
 Deputada Estadual (1995 – 1998); em 03.10.1998 reeleita Deputada Estadual.
 Na Assembléia Legislativa : 2ª Vice – Presidente da Mesa Diretora (1995 – 1997);
 Vice – Presidente da Comissão Executiva do Diretório Estadual do PSDB (1995 – 1998);
 Secretária da Executiva do PSDB Nacional Mulher (2000 – 2002);
 Membro da ALEPA no Conselho Universitário da Universidade do Estado do Pará (1997 – 2000);
 Membro da ALEPA no Conselho Estadual de Educação (1999 – 2002);
 Presidente da Comissão de Redação de Leis (1997 – 1998);
 Membro da Comissão de Fiscalização Finançeira e Orçamentária (1997 – 1998);
 Membro da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente, Geologia, Mineração e Energia (1997 – 1998 e 2001 – 2002);
 Membro da Comissão de Agricultura, Terras, Indústria e Comércio (1999 – 2002);
 Líder do PSDB na ALEPA (1999 – 2002);
 Membro da Comissão de Prevenção às Drogas (1999 – 2002);
 Membro da Comissão de Educação (1999 – 2000);
 Membro da Comissão de Cultura e Saúde (2001 – 2002);
 Membro da Comissão de Agricultura, Terras, Indústria e Comércio (2001 – 2002);
 Empossada no cargo de Conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Pará, em sessão solene do dia 31.01.2002.
 Em atividade.

Fonte: http://www.tce.pa.gov.br/index.php/institucional/composicao-do-tce-pa

Milene Dias da Cunha
Conselheira Substituta

 DATA DE NASCIMENTO: 07/05/1980
 CIDADE DE NASCIMENTO: PATOS DE MINAS – MG
 DATA DE NOMEAÇÃO: 24/08/2012
 DATA DE POSSE: 28/08/2012
 FORMAÇÃO ACADÊMICA
 Graduação:
 Bacharel em Administração – UNIPAM/UEMG, 2002.
 Pós-Graduação:
 Especialização em Gestão de Pessoas e Marketing – UNIPAM, 2004;
 Especialização em Direito Público com ênfase em Gestão Pública – Complexo Jurídico Damásio de Jesus, Em andamento.
 EXPERIÊNCIA DOCÊNCIA
 Fevereiro de 2007 a Agosto de 2009, Professora Titular das Disciplinas Introdução à Administração, Teoria Geral da Administração, Gestão de Pessoas I e Gestão de Pessoas II, na Faculdade Atenas de Paracatu/MG. 
 Novembro a Dezembro de 2014, Professora Convidada da Pós- Graduação da Universidade da Amazônia – UNAMA – para ministrar as disciplinas de Gestão de Políticas Públicas e Gestão Social e Políticas Públicas nas turmas de  Gestão Pública e Políticas Sociais, respectivamente.
 Desde agosto de 2012, ministra palestras e cursos sobre o controle externo para diversos órgãos do Estado.
 EXPERIÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO
Setembro 2009 a Agosto de 2012, Assistente Técnico Administrativo, aprovada no concurso público da Receita Federal do Brasil
A partir de 28 de agosto de 2012, Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE/PA), no cargo de Conselheiro Substituto.

Fonte: http://www.tce.pa.gov.br/index.php/institucional/composicao-do-tce-pa/1415-Milene-Dias-Da-Cunha

Piauí:

Lilian de Almeida veloso Nunes Martins
Conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Piauí

 Advogada e política piauiense. Graduada em Direito na Universidade Estadual do Piauí e Enfermagem na Universidade Federal do Piauí, foi servidora pública municipal concursada na área de enfermagem. É  casada com o político Wilson Martins. Elegeu-se em 2006 e 2010 deputada estadual do Piauí pelo PSB. Em 2012 foi indicada e eleita pela Assembleia Legislativa do Piauí ao cargo de conselheira do Tribunal de  Contas do Estado do Piauí.Posteriormente sua indicação foi questionada judicialmente.

 Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lilian_Martins

 

Rio de Janeiro:

Marianna Montebello Willeman
Conselheira do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro

 Doutoranda em Teoria do Estado e Direito Constitucional na PUC/Rio, com tese sobre “O desenho institucional dos tribunais de contas no Brasil e sua vocação para a  tutela da accountability democrática”. Bacharel em  Direito (1999) e Mestre em Teoria do Estado e Direito Constitucional pela mesma Instituição (2001). Procuradora  do Ministério Público Especial junto ao TCE-RJ de 2006 a 2015. Professora da Pontifícia Universidade Católica  do Rio de Janeiro nas disciplinas Direito Administrativo e  Jurisdição Constitucional. Professora dos Cursos de Pós-Graduação do Instituto de Direito da PUC/Rio e da Fundação Getúlio Vargas. Procuradora do Estado do Rio de  Janeiro de dezembro de 2000 a abril de 2006. 

Para acessar o Currículo Lattes clique aqui: http://lattes.cnpq.br/2205460922551603

Fonte:http://www.tce.rj.gov.br/web/guest/conselheira-marianna-montebello-willeman

Paula Alexandra Canas de Paiva Nazareth
Diretora-Geral da Escola de Contas e Gestão do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro

 Possui doutorado em Economia pelo Instituto de Economia (IE) da UFRJ (2007), mestrado em Economia Industrial pelo Instituto de Economia Industrial (IEI)  da UFRJ (1994) e graduação em Ciências Econômicas pela  Faculdade de Economia e Administração também da UFRJ (1988). Desde 1995, é Analista de  Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), onde já exerceu diversos cargos, sendo,  desde 2009, Diretora-Geral da Escola  de Contas e Gestão (ECG) do TCE-RJ. Membro da comissão permanente de estudos e pesquisas da ECG/TCE-RJ. Professora de Finanças Públicas e Lei de  Responsabilidade  Fiscal. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia do setor Público.

 Fonte: http://lattes.cnpq.br/7361445011158925

 

 

 

 

Rio Grande do Norte:

Maria Adélia Sales
Conselheira Vice-presidente

 Adélia Sales é bacharela em Direito pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), concluindo o curso em 1980. Ao longo de sua vida profissional, exerceu vários  cargos públicos, entre os quais, destacam-se: Coordenadora  Geral do Gabinete Civil do Governo do Estado; Diretora Administrativa e Diretora Presidente da  Companhia de Desenvolvimento Agropecuário – CIDA/RN; Diretora Administrativa e Financeira da Empresa de Pesquisa  Agropecuária do RN – EMPARN. Após ter  exercido esses cargos, precisamente em 29 de março de 1983, foi nomeada pelo então governador Lavoisier Maia Sobrinho, para assumir o cargo efetivo de  Auditora do Tribunal  de Contas do Estado do Rio Grande do Norte. Nessa condição, exerceu, por diversas vezes, em caráter de substituição legal, as funções de  Conselheira da mesma instituição, permanecendo no referido cargo de auditora  até 25 de dezembro de 2006.

 Fonte: http://www.tce.rn.gov.br/Noticias/NoticiaDetalhada/2796

 

 

Rio grande do Sul:

Ana Cristina Moraes Warpechowski
Conselheira Substituta

Natural de Bom Retiro do Sul; Graduada em Ciências Jurídicas e Sociais pela UNISINOS (julho/1999); Pós graduada em Direito de Família e Sucessões (ULBRA – 2000/2001), Direito Processual Civil (ULBRA – 2002), Direito Público (UNIRITTER – 2003/2004) e Direito Material e Processual do Trabalho (UNISINOS – 2008/2009); Advogada privada, inscrita na OAB sob o nº 47.777 (outubro/1999 a maio/2006); Procuradora da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) no Estado do Rio Grande do Sul, aprovada em 1º lugar no Concurso Público nº 01/2005. Assumiu o cargo de Procuradora Regional no período de novembro/2006 a agosto/2014; Conselheira Substituta do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, aprovada em 3º lugar no Concurso de Provas e Títulos nº 01/2013.

 Fonte: http://www1.tce.rs.gov.br/portal/page/portal/tcers/magistrados/magistrado_59/curriculum_ana.pdf

Daniela Zago Gonçalves da Cunda
Conselheira Substituta

ana-tcersNatural de Caçapava do Sul, Conselheira-Substituta do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul. Anteriormente ocupou os seguintes cargos, também mediante aprovação em concurso pú- blico: Advogada do DETRAN/RS; Assessora Jurídica do Ministério Público – RS (PGJ) e Auditora do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (de 2000 a 2014). Atividades acadêmicas: Doutoranda e Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS). Pesquisadora visitante na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL). Especialista em Direito Público pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Graduada em Direito pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Membro integrante do Grupo de Estudos/Pesquisas em Interpretação Constitucional, Administrativo e Sustentabilidade e do Grupo de Estudos/Pesquisas sobre Direitos Fundamentais (NEDF). Autora de artigos sobre Direito Público (Administrativo, Processual, Constitucional, Financeiro e Ambiental), com ênfase em Direitos e Deveres Fundamentais, Controle Externo (Tribunais de Contas), Controle das Políticas Públicas e Sustentabilidade. Docência em cursos de especialização, preparatórios para concursos e exame da OAB (Escola Superior de Advocacia – ESA/OAB, UCS, ITEC, CETRA, Curso de Preparação à Magistratura a Distância – CPMD-AJURIS, dentre outros).

Fonte: http://www1.tce.rs.gov.br/portal/page/portal/tcers/magistrados/magistrado_58/curriculum_daniela.pdf

Heloisa Tripoli Goulart Piccinini
Conselheira Substituta

Natural de Caçapava do Sul, RS, é Conselheira-Substituta do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul desde 10-09-93, em virtude de aprovação em concurso público de provas e títulos. É Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Pós-Graduada em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica. Desempenhou várias funções no Poder Judiciário Estadual, junto à Revista de Jurisprudência do Tribunal de Alçada e à Secção Processual do Tribunal de Justiça. Exerceu o cargo de Assessora de Desembargador e as funções de Secretária de Câmara, de Secretária dos Grupos de Câmaras Cíveis e Câmaras Cíveis Reunidas, com as atribuições de secretaria de seções e assessoramento jurídico. Investida por concurso público, em 1988, no cargo de Auditor Público Externo do Tribunal de Contas do Estado exerceu as funções de Assessor de Procurador do Ministério Público de Contas. Constituiu a Banca Examinadora do Concurso nº 94/91 para provimento do cargo de Auditor Público Externo exclusivo para Bacharéis em Direito. Proferiu palestras
no “Ciclos de Estudos e Treinamento em Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado”, no ano de 1989; no “Ciclo de Palestras sobre a Auditoria Ambiental do Tribunal de Contas do Estado, V PROAP – Programa de Orientação às Administrações Públicas”, de 14 a 18 de julho de 2003; no “II Seminário de Estudos Jurídicos Municipais – A Defesa dos Municípios”, promovido pela UVERGS, dia 26 de abril de 2006, em Porto Alegre/RS e no “Grupo de Discussões sobre os Valores constantes do Planejamento Estratégico do Tribunal de Contas do Estado – Valor Justiça, dia 28 de setembro de 2009. Participou como debatedora no “Seminário sobre o Meio Ambiente”, promovido pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul com apoio da Escola Superior de Gestão e Controle Francisco Juruena, dias 04 e 05 de agosto de 2003. Realizou visitas técnicas ao Tribunal de Contas da União, de 31 de novembro a 02 de dezembro de 2005, Brasília/DF.
Atuou como advogada inscrita na OAB/RS de 1988 a 1992 e prestou assessoramento jurídico a empresas privadas. Exerceu o cargo de Procuradora do Estado do Rio Grande
do Sul, investida por concurso público realizado em 1992, no qual obteve o 1º lugar. (continue lendo aqui)

Fonte: http://www1.tce.rs.gov.br/portal/page/portal/tcers/magistrados/magistrado_24/curriculum_heloisa.pdf

Letícia Ayres Ramos
Conselheira Substituta

Letícia Ayres Ramos, além da formação em Direito, é graduada em Química, com especialização em Química Ambiental. Também é especializada em Direito Ambiental Nacional e Internacional, atuando, até então, como procuradora do Estado.

Fonte: http://www.atricon.org.br/imprensa/noticias/conselheiros-substitutos-tomam-posse-no-tce-rs/

Roraima:

Cilene Lago Salomão
Conselheira-Vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado de Roraima

 Natural de Roraima, nasceu em 10 de março de 1953. É licenciada em Ciências pela Universidade Federal de Pernambuco e graduada em Direito pela Faculdade  Cathedral de Boa Vista. Tomou posse como conselheira do Tribunal de Contas em 05 de outubro de 1998. Ocupou o cargo de corregedora no período de  2003/2004.

 Fonte: http://www.tce.rr.gov.br/portal/index.php/institucional/composicao

 

 

 

 

Santa Catarina:

Sabrina Nunes Locken
Auditora do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina

 – Nascimento: 8 de novembro de 1979.
 – Naturalidade: Niterói/RJ.
 – Formação: Bacharel em Direito (Universidade Federal Fluminense); especialista em Direito da Administração Pública (Universidade Federal Fluminense); mestre em Direito (Universidade Federal de Santa Catarina); doutoranda em  Direito (Universidade Federal de Santa Catarina).
 – Posse no TCE/SC: 1º de agosto de 2006 (Aprovada no concurso público nº 001/2006).
 – Atividades no serviço público: Governo Federal: professora-substituta na Universidade Federal Fluminense (2003); assessora jurídica da Procuradoria-Geral do Município de Nova Iguaçu/RJ (2006).
 TCE/SC: Coordenadora do Corpo de Auditores (2008-2013).
 – Outras funções: vice-presidente da Região Sul da Associação Nacional dos Auditores (Ministros e Conselheiros-Substitutos) dos Tribunais de Contas – Audicon (2011-2013 e 2013-2015).
– Obras: além da publicação de artigos, é autora do livro Políticas Públicas: o controle do Tribunal de Contas” (Conceito Editorial, 2014).
– Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4770944D7

Fonte:http://www.tce.sc.gov.br/

São Paulo:

Cristiana de Castro Moraes

 Formação Acadêmica: Bacharel em Administração, conclusão: 23/03/1990 – Universidade Federal de Viçosa – MG, Bacharel em Direito, conclusão:  01/09/2006 – Universidade Federal do Espírito Santo
 Pós-Graduação: Mestre em Administração de Empresas, conclusão: 1993 – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pós-Graduada em Contabilidade –  Controle Externo, conclusão: 2000 – Universidade Federal do  Espírito Santo, Pós-Graduada em Direito Público, conclusão: 2008 – Centro Universitário  Salesiano de São Paulo, Pós-Graduada em Direito Penal, conclusão: 2009 – Universidade Católica Dom Bosco.
 Cargos Ocupados na Administração Pública:
 Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo, 02/05/1995 a 17/06/2010 – cargo efetivo de Controlador de Recursos Públicos – área de Administração de Empresas;
 Procuradoria Geral do Estado, 18/06/2010 a 19/05/2011 – cargo efetivo de Procurador do Estado Nível I;
 Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, 20/05/2011 a 22/04/2012 – cargo efetivo de Auditor do Tribunal de Contas.
 Indicação e Nomeação
 Indicada pelo Governador dentre os Auditores constantes de Lista Tríplice, conforme Projeto de Decreto Legislativo nº 1, de 2012, publicado no DOE 08/02/2012.
 Indicação aprovada pelo Decreto Legislativo nº 2.321, de 12/04/2012, publicado no DOE de 13/04/2012.
 Conselheira pelo Governador Geraldo Alckmin, por meio do Decreto de 20/04/2012, publicado no DOE de 21/04/2012.
Posse e exercício em 23/04/2012.
Atividades Didáticas
1996/2000: Professora efetiva do Curso de Graduação em Administração de Empresas da Universidade Federal do Espírito Santo.

fonte: http://www4.tce.sp.gov.br/conselheira-cristiana-de-castro-moraes#sthash.RKzuINrp.dpuf

Sergipe:

Susana Maria Fontes Azevedo Freitas
Conselheira Vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe

Susana Maria Fontes Azevedo Freitas, natural de Aracaju, é Advogada, com Pós-Graduação em Direito Público e Radialista. Vereadora de Aracaju por duas legislaturas – 1989/1992 e 1993/1994; e deputada estadual por cinco legislaturas – 1995/1998, 1999/2002, 2003/2006, 2007/2010 e 2011/25.02.2014. Exerceu o cargo de Secretária–Chefe da Casa Civil do Governo do Estado – 1989/1991, e o de Secretária de Governo do Município de Aracaju – 1998/1999. Na Assembléia Legislativa, participou de todas as Comissões Temáticas daquela Casa e integrou os cargos de 2ª e 3ª Secretária da Mesa Diretora – 2001/2002, 2003/2004 e 2005/2006. Assumiu o cargo de Conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, em 25 de fevereiro de 2014.

 

Fonte: http://www.tce.se.gov.br/sitev2/organizacao_conselheiros.php

Maria Angélica Guimarães Marinho
Conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe

A conselheira Angélica Guimarães foi empossada no Tribunal de Contas do Estado no dia 22 de janeiro de 2015, após indicação da Assembleia Legislativa. Médica e pós-graduada em contabilidade pública, a conselheira foi prefeita de Japoatã e exerceu quatro mandatos ininterruptos de deputado estadual, exercendo por duas o mandato de presidente da Casa Legislativa. Na ocasião, foi Governadora do Estado interinamente por 10 dias.

 

 

Fonte: http://www.tce.se.gov.br/sitev2/organizacao_conselheiros.php

Tocantins:

Doris de Miranda Coutinho
Conselheira do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins

 A conselheira Doris de Miranda Coutinho, natural de Rio Negro, Paraná, formou-se em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba, em dezembro de 1985. Concluiu curso de  extensão universitária na Universidade Federal do Paraná e  ainda pós-graduação lato sensu, promovida pela Fundação Universidade do Tocantins – Unitins, em Estudos de  Política e Estratégia. Reside no Tocantins desde abril de 1989, data em que iniciou sua carreira jurídica junto ao Tribunal de  Justiça do Estado. Em 12 de abril de 1999, tomou  posse como procuradora de contas junto ao TCE/TO, cargo para o qual foi aprovada em concurso público e no qual permaneceu até ser empossada como conselheira, em 30 de  dezembro de 2002. Foi eleita presidente do TCE/TO, para o biênio 2007/2008, na sessão do Tribunal Pleno de 12 de dezembro de 2006. A posse ocorreu em sessão especial  realizada no dia 8 de fevereiro de 2007. Em 2 de abril de  2014 foi eleita e empossada no cargo de corregedora do TCE/TO.

 Fonte: http://www.tce.to.gov.br/sitetce/index.php?option=com_k2&view=item&layout=item&id=101&Itemid=34

 

 

 

mariana.oliveira administrator

X