Tribunal de Contas realiza primeiro curso de pós-graduação a distância

Bymariana.oliveira

Na manhã de hoje (6/2/2019), o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) abriu oficialmente o primeiro curso de pós-graduação lato sensu em Finanças Públicas na modalidade a distância. O curso tem o objetivo de promover a educação profissional e continuada dos servidores efetivos dos municípios mineiros, aproximando o Tribunal de Contas dos seus jurisdicionados e sendo um espaço permanente de discussão e proposição de práticas que visam o alcance dos objetivos institucionais. A primeira turma é composta por 55 servidores de prefeituras e câmaras do interior de Minas. A Escola de Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo do TCEMG é a responsável pelo curso.

A diretora da Escola de Contas, Naila Garcia Mourthé, ressaltou a alegria em abrir o primeiro curso de pós-graduação totalmente a distância do Tribunal. “Hoje é dia de alegria para todos nós do Tribunal e em especial para a equipe da Escola. Estamos dando um importante e grande passo, ainda mais quando pensamos no nosso Estado de Minas Gerais composto por 853 municípios, com uma extensão territorial de 586.528 quilômetros. Com o apoio da atual gestão do presidente Mauri Torres, a Escola se transforma agora em uma escola virtual, podendo assim alcançar os jurisdicionados mais distantes”, discursou Naila. A diretora agradeceu o apoio da alta administração da Corte de Contas; do coordenador de capacitação da Escola, Evandro Guerra; dos professores do curso; do assessor da diretoria-geral, Paulo Vicente Guimarães; dos servidores e colaboradores e da equipe do Núcleo de Educação a Distância (EAD) da Escola.

Marconi Braga, diretor-geral do TCEMG, e também professor do curso de EAD, deu as boas-vindas aos alunos. Ele classificou o curso como uma oportunidade muito boa para a troca de experiências entre os jurisdicionados e o Tribunal e também para que ele mesmo possa repassar um pouco da sua experiência no Tribunal de Contas. Marconi disse que o momento da abertura desse curso é “histórico” e que representa um “corte na história do EAD do Tribunal. ” Ele lembrou da trajetória percorrida pelos cursos a distância no Brasil e disse que esse processo foi muito interessante. “O Tribunal de Contas de Minas Gerais não poderia ficar distante disso. O EAD é um grande facilitador”, disse. O diretor-geral também ressaltou que temas atuais e importantes que estão sendo discutidos na administração pública poderão ser abordados em sala de aula. “Vocês podem ser indutores do conhecimento explícito e passar as informações para os colegas na prefeituras e câmaras. ” Marconi lembrou que o atual presidente do TCEMG tem um carinho especial pela área pedagógica do TCEMG e elogiou o trabalho que a Escola de Contas vem realizando nesse sentido.

O chefe de gabinete da Presidência, Carlos Alberto Pavan, lembrou em seu discurso que o atual presidente do TCEMG já havia sinalizado há um ano e meio que o “alicerce” de sua gestão seria o papel pedagógico, que valoriza ainda mais a Escola de Contas e sua estrutura. “Aquela sementinha germinou há um ano e meio e agora estamos colhendo os frutos”, brincou. Pavan lembrou que a única Escola de Contas do país que tem reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) para ofertar cursos de pós-graduação em EAD é a do Tribunal de Contas de Minas Gerais e que uma das metas da gestão de Mauri Torres foi adotar a estrutura e os equipamentos para isso. Ele falou também que o fortalecimento dos serviços fazendários e do controle interno também são pilares da atual gestão e que para isso foram criados o Projeto Receitas e os treinamentos de controle interno que serão realizados pelo interior do Estado de Minas Gerais.

Evandro Guerra, coordenador de capacitação da Escola, também deu as boas-vindas aos alunos e informou que eles serão os primeiros especialistas em Finanças Públicas a distância do país. “ Vocês estão fazendo história”, brincou. Em seguida, ele orientou os novos alunos que eles iriam conhecer as dependências do TCE em visita guiada pela equipe de Comunicação do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais.

A procuradora do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas (MPCMG), Maria Cecília Borges compareceu ao evento.


Redação: Karina Camargos Coutinho | Coordenadoria de Jornalismo e Redação | Diretoria de Comunicação Social

Aula inaugural curso de Finanças Públicas EAD - 06-02 - LG

mariana.oliveira administrator

X