Servidores do novo concurso participam de segundo dia de treinamento

Bymariana.oliveira

Servidores que foram empossados na tarde de segunda-feira, 04/02/2019, após decisão judicial que autorizou a posse, se juntaram ao grupo que foi empossado na sexta-feira, 01/02/2019, para participar do segundo dia do Programa de Acolhimento e Formação de Novos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG). A primeira parte do programa, que possui duração de seis dias, foi elaborada para “recepcionar os novos servidores, buscando criar as melhores condições de acolhimento e inserção no âmbito do TCEMG”, conforme explicou a diretora da Escola de Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo, Silvia Ribeiro de Araújo.

O diretor-geral apresentou o organograma do TCE (Foto: Fred LaRocca)
O diretor-geral apresentou o organograma do TCE (Foto: Fred LaRocca)

Reunida no Auditório Vivaldi Moreira do TCEMG, a turma completa de novos servidores ouviu as explicações do diretor de Segurança Institucional, Ernandes Roque de Paula, sobre as regras para a utilização da garagem, a importância do uso dos crachás nas dependências do Tribunal e o funcionamento das catracas para o cálculo das horas líquidas trabalhadas. Em seguida, o diretor-geral do Tribunal de Contas de Minas Gerais, Henrique de Paula Kleinsorge, apresentou o organograma do TCE e explicou as funções desenvolvidas por cada setor da instituição.

A diretora da Escola de Contas, Silvia Ribeiro, conversou com os novos servidores sobre a importância do Programa de Acolhimento e Formação, que foi desenvolvido para integrar os novos profissionais do Tribunal de Contas ao ambiente de trabalho, para que eles possam desempenhar suas atribuições da melhor maneira possível. Durante o restante da tarde, a nova de turma de servidores participou de uma dinâmica de grupo com a servidora Mirtes Conrado.

Entenda o caso sobre as turmas da posse

No dia 30/01/01 o Ministério Público de Contas apresentou a Representação nº 1.058.764, relativa aos atos que nomearam os candidatos aprovados no concurso público Edital nº 01/18, com pedido liminar de suspensão, bem como da posse marcada para o dia 01/02/19. Inicialmente o processo foi distribuído ao conselheiro Wanderley Ávila, que se declarou impedido por ter presidido a comissão do certame. Posteriormente, a representação foi distribuída ao conselheiro José Alves Viana, que indeferiu o pedido liminar ante “à ausência de plausibilidade do direito alegado”.

No dia 31/01/19 o Ministério Público de Contas impetrou o Mandado de Segurança nº 1.0000.19.008.368-3/000 junto ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais, tendo obtido a liminar que determinou a suspensão dos atos de nomeação e/ou posse dos candidatos.

Na manhã do dia 01/02/19, o Tribunal prestou informações sobre os atos questionados e pediu a reconsideração da decisão que concedeu a liminar. À tarde, foi proferida decisão judicial acolhendo, em parte, esse pedido, para permitir a posse de 39 candidatos nomeados. Na noite do mesmo dia, o Tribunal interpôs Agravo Interno, tendo requerido, em caráter de urgência, a concessão de efeito suspensivo ao recurso, para permitir a posse dos 91 (noventa e um) demais nomeados.

Na tarde do dia 04/01/19, o desembargador relator do recurso acolheu o pedido do Tribunal e revogou a liminar anteriormente concedida, o que  permitiu a posse dos demais nomeados.

Os servidores participaram de uma dinâmica de grupo (Foto: Fred LaRocca)
Os servidores participaram de uma dinâmica de grupo (Foto: Fred LaRocca)

Thiago Rios Gomes / Coordenadoria de Jornalismo e Redação

mariana.oliveira administrator

X