Projeto de alunos da Escola de Contas do TCEMG concorre ao Prêmio Innovare

Bymariana.oliveira

Os alunos do curso de pós-graduação da Escola de Contas e Capacitação do TCEMG estão concorrendo ao Prêmio Innovare 2018, na categoria Justiça e Cidadania, com o projeto Mirante da Dengue. O trabalho foi apresentado hoje, 24/05, na Sala Ágora do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), ao consultor do Instituto Innovare, Ricardo Silva Magalhães Viana, e teve a presença da diretora-geral Gislaine Fois e do chefe de gabinete da Presidência da Corte mineira, Cristiano Alkmim.

“O propósito do trabalho é permitir que o cidadão tenha acesso às informações sobre casos de ocorrências de dengue no município de Belo Horizonte”, explicou a coordenadora do grupo, Rita de Cássia Chio Serra. O projeto está sustentado em três dimensões, o interesse da população na busca por informação, as despesas com gasto na área de saúde e o controle externo nessas despesas pelo tribunal de contas.

“A partir de dados extraídos do Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti – LIRAa da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte – PBH; da Execução Orçamentária da Despesa do Portal SICOM do TCEMG; do resultado de interesse de pesquisa de usuários de internet da região de Minas Gerais acerca do termo “sintomas da dengue”, disponibilizado pela ferramenta Google Trends; e do Boletim Epidemiológico publicado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais – SES, criamos um relatório e apresentamos em formato de infográfico no espaço virtual desenvolvido para hospedar essas informações”, pontuou Roberto Miranda Colares Júnior, componente do grupo. Além disso, foi construída uma ferramenta que permite ao usuário analisar modelos de regressão linear selecionando o período desejado.

Segundo o consultor do Instituto Innovare, após essa primeira apresentação ele irá encaminhar um relatório que será submetido à uma comissão julgadora formada por ministros do STF e STJ, desembargadores, promotores, juízes, defensores, advogados e outros profissionais de destaque interessados em contribuir para o desenvolvimento do Poder Judiciário.

O Prêmio

Considerado um dos mais importantes da sua categoria, o Prêmio Innovare foi criado em 2004 e tem como objetivo reconhecer a disseminação de práticas transformadoras que se desenvolvem no interior do Sistema de Justiça do Brasil.
Podem participar magistrados, membros do Ministério Público estadual e federal, defensores públicos e advogados de todo Brasil, que estejam aumentando a qualidade da prestação jurisdicional e contribuindo com a modernização da justiça brasileira.

Trabalho acadêmico

A inserção do projeto no Prêmio constitui pré-requisito da disciplina “Projeto de Análises de Dados”, lecionada pelo professor Wesley Matheus, no curso de pós-graduação da Escola de Contas do TCE. O trabalho acadêmico, um dos selecionados para a visita do consultor do Innovare, foi iniciado no segundo semestre de 2017 e já está disponível para acesso no endereço: https://mirantedadengue.shinyapps.io/dengue/.

Além de Rita e Roberto, também são autores do trabalho Antônio da Costa Lima Filho, Ana Cristina Medeiros de Salles Lopes, Bernardo Mangualde Felizardo, Denise Maria Delgado, Marcelo Gomes Penido, Ricardo Nogueira de Almeida e Rui Barreto de Souza.

Redação e fotos: Luiz Gustavo Ribeiro

mariana.oliveira administrator

X