Na Ponta do Lápis é apresentado aos diretores das regionais Leste e Oeste de BH

Bymariana.oliveira

Durante todo o dia de 26/6/2019, uma equipe do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) percorreu as regiões Leste e Oeste de Belo Horizonte para conversar com diretores e coordenadores educacionais, seguindo as diretrizes do Programa Na Ponta do Lápis. Primeiramente, a equipe foi até ao salão da Igreja Santa Tereza conversar com 27 diretores de escolas fundamentais e coordenadores pedagógicos e de integração. A igreja está situada na rua Mármore, no tradicional bairro de Santa Tereza. Em seguida, seguiu para a Escola Municipal Mestre Ataíde, localizada no bairro Betânia, região Oeste da capital mineira. Lá, conversou com cerca de 40 diretores da regional municipal e com 30 alunos da turma do sétimo ano. O objetivo das visitas foi apresentar o programa, o aplicativo do programa e a “área do gestor”.

Regional Leste

A diretora de educação da Regional Leste, Flávia Pavan, recebeu a equipe do TCE e a apresentou para 27 diretores de escolas fundamentais e coordenadores pedagógicas e de integração. Fabrícia Silva, assessora administrativa da Escola de Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo, fez a apresentação do Programa Na Ponta do Lápis, do aplicativo e da área do gestor. “Estamos aqui para acionar uma força-tarefa para ativar o Na Ponta do Lápis”, disse.

Raquel Barbosa foto: Lucas Borges
Raquel Barbosa foto: Lucas Borges

Ela falou sobre as “vertentes” do programa (formação, fiscalização e gestão), sobre o Plano Nacional de Educação (PNE), e também sobre os encontros técnicos do TCE, as auditorias da área da educação, os resultados dessas auditorias, as melhorias conseguidas com levantamentos feitos pelo Tribunal, Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (SIOPE), TC Educa e Projeto Integrar. Este último é um projeto que objetiva mover uma ação coletiva para descentralizar políticas e programas públicos.

A coordenadora-geral da Escola Municipal Wladimir de Paula Gomes, Raquel Barbosa, assistiu à apresentação e disse que a iniciativa do Tribunal foi muito importante e que essas parcerias são muito bem-vindas. “Não conhecia o Na Ponta do Lápis e nem a área do gestor. Foi uma surpresa para mim. Vou conversar com a direção da escola para acessarmos a área do gestor do aplicativo”. A escola situada na Região Leste, no bairro Caetano Furquim, oferece educação do 1º ao 9º ano, nos turnos da manhã e da tarde para 584 alunos.

Regional Oeste

Zulma Canuto foto: Lucas Borges
Zulma Canuto foto: Lucas Borges

Na parte da tarde, a equipe do TCEMG se deslocou para a Região Oeste, no bairro Betânia, para se reunir com cerca de 40 diretores da região e conversar com alunos. Zulma Canuto, da equipe de apoio pedagógico do ensino fundamental da regional, recebeu a equipe do TCE e a apresentou para os diretores.

Zulma disse que achou muito interessante a postura do Tribunal em relação à educação. “Não sabia que o Tribunal mexia com isso. Para mim, era mais voltado à aprovação ou não de prestação de contas e área financeira mesmo”, revelou.

Andreia Amaral foto: Lucas Borges
Andreia Amaral foto: Lucas Borges

Em seguida, o programa Na Ponta do Lápis foi apresentado a 30 alunos do turno da tarde. As crianças da turma 7A se mostraram interessadas pelo aplicativo. A professora de português Andreia Amaral (foto), que estava ministrando uma aula aos alunos naquele momento, gostou muito do app Na Ponta do Lápis. “Achei o aplicativo fantástico, moderno, funcional. Eu não conhecia. Isso é muito bom para os meninos”, disse.

Área do gestor

O principal ponto abordado na apresentação foi a área do gestor do Programa Na Ponta do Lápis. A assessora da Escola de Contas Fabrícia Silva explicou que os diretores e coordenadores devem acessar o endereço https://sgi1.tce.mg.gov.br/ e inserir seus dados caso não tenham a senha. Existe a possibilidade de recuperá-la com um pedido na própria página. Se o gestor já possui a senha, basta acessar o endereço https://antartida.tce.mg.gov.br:8443/naPontaDoLapis-web/login/login.jsf. e inserir suas informações de acesso. Nessa área, o gestor pode administrar e atender os relatos enviados pela comunidade escolar. A primeira página que aparece após a inserção dos dados é denominada “visão geral”. Nela o gestor pode escolher o município ou estado em que ele quer se informar depois será encaminhado para a tela de informações gerenciais do gestor.


Por Karina Camargos Coutinho | Coordenadoria de Jornalismo e Redação

mariana.oliveira administrator

X