Tribunal de Contas mineiro apresenta boa prática de educação em seminário nacional

Bymariana.oliveira

O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) apresentou o aplicativo de controle externo da educação Na Ponta do Lápis, no dia 11/3/2020, durante a programação do III Seminário Nacional Educação é da Nossa Conta. O evento foi realizado na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), em Salvador. A diretora da Escola de Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo, Naila Mourthé, e a assessora Fabrícia de Oliveira ministraram um minicurso sobre o aplicativo no evento.

Em entrevista publicada no portal do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCEBA), a diretora Naila Mourthé lembrou que “a ideia desse aplicativo nasce do nosso desejo do controle social”. Ela destacou a necessidade do fortalecimento da rede de controle, composta pelo controle externo, pelo controle interno, “e principalmente, o controle social”. Ela explicou que o aplicativo é “uma ferramenta de recepção da percepção do usuário do serviço público de educação. As informações ficam alocadas no Tribunal de Contas e são transformadas em informações gerenciais para os gestores, que terão os dados consolidados na página do gestor do aplicativo”. Ela informou ainda que “aqui, na Bahia, o piloto do aplicativo está desenhado para o mês de abril”.

A assessora Fabrícia de Oliveira falou sobre a funcionalidade da ferramenta. “O aplicativo é uma ferramenta muito potente. Uma forma lúdica e interativa de dar voz ao cidadão, que tem no celular uma maneira fácil e prática de conversar com os gestores em educação. O estudante pode, por exemplo, avaliar a infraestrutura da escola, fazer um relato, preencher um questionário de satisfação. Com isso, ele participa da gestão escolar através do aplicativo. Nosso objetivo é levar essa esfera de gestão para o cidadão”.

O portal do TCE baiano explicou, em sua página, como funciona a ferramenta. “Imagine um aplicativo para celular por meio do qual estudantes, diretores de escola pública e toda a comunidade estudantil pode interagir, apontando irregularidades, fazendo elogios e clamando as necessidades básicas da escola pública. Isso já é possível desde 2017, quando o Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCEMG) criou o “Na Ponta do Lápis”, assinalou a Corte de Contas baiana.

A TV da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (TV ALBA) cita o Na Ponta do Lápis como uma novidade dentre as ferramentas apresentadas no evento. Clique aqui e assista a matéria.


Redação: Karina Camargos Coutinho | Coordenadoria de Jornalismo e Redação | Diretoria de Comunicação Social

mariana.oliveira administrator

X