TCEMG participa do III Seminário Nacional Educação é da Nossa Conta

Bymariana.oliveira

O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) está participando do III Seminário Nacional Educação é da Nossa Conta, hoje (10/3/2020) e amanhã (11/3), na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, em Salvador. O evento está sendo realizado pelos tribunais de contas baianos do Estado (TCEBA) e dos Municípios (TCMBA), em parceria com a Assembleia Legislativa (ALBA). O conselheiro Cláudio Terrão, a diretora da Escola de Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo Naila Mourthé, a assessora da Escola de Contas Fabrícia de Oliveira e a funcionária Priscila Prates representam o TCEMG no evento. A diretora Naila e a assessora Fabrícia também irão ministrar um minicurso amanhã (11/3) sobre o Na Ponta do Lápis criado pelo TCE mineiro.

De acordo com o portal do TCEBA, na edição de 2020, o seminário contará com três mesas de debates: a primeira delas destinada ao “Financiamento da Educação e o Novo Pacto Federativo”, a segunda discutirá “A ausência do Sistema Nacional e Estadual de Educação e os impactos na articulação entre os sistemas de ensino” e a terceira será dedicada a questões sobre o regime de colaboração e o Sistema Nacional de Educação. Três minicursos também estão sendo oferecidos: “Ciclo Orçamentário: do Planejamento à Avaliação e Replanejamento da Política Pública de Educação”, as “Inovações na fiscalização da educação no TCMBA” e o “Aplicativo Na Ponta do Lápis” – ministrado pelo TCE mineiro. O comitê de Educação do Instituto Rui Barbosa (IRB) também se reúne no evento.

O seminário reúne palestrantes nacionais, pesquisadores, auditores, parlamentares, assessores parlamentares, dirigentes estaduais e municipais, professores, membros dos conselhos de Educação, integrantes do controle social, membros dos ministérios públicos, entre outros interessados no tema.

No evento, são comemorados os 120 anos de nascimento do baiano Anísio Teixeira, “profissional reconhecido internacionalmente pela defesa da educação pública do Brasil.” A ele, foram atribuídas as palavras: “Só existirá democracia no Brasil no dia em que se montar no país a máquina que prepara as democracias. Essa máquina é a da escola pública.”


Redação: Karina Camargos Coutinho | Coordenadoria de Jornalismo e Redação | Diretoria de Comunicação Social

mariana.oliveira administrator

X