Juiz de Fora encerra ciclo de encontros técnicos de 2019

Bymariana.oliveira

O “Encontro Técnico o TCEMG e os Municípios” chegou à Zona da Mata para encerrar o ciclo de treinamentos realizados pelo Tribunal de Contas por Minas Gerais. Mais de 300 representantes de 40 cidades da região assistiram, hoje (21/11), no auditório do Instituto Vianna Júnior, em Juiz de Fora, à abertura do sétimo e último encontro da série que tratou do tema “O fortalecimento das receitas e o aprimoramento da gestão municipal”. 

A Governança Pública foi o tema escolhido pelo diretor-geral do TCEMG, Marconi Braga, que representou o presidente Mauri Torres, ao receber o público. Ele destacou que o Tribunal de Contas da União e o Governo Federal lançaram um movimento nacional de estímulo à busca por resultados nos 5.570 municípios, nos estados e no Distrito Federal. “A Governança Pública está alicerçada nas análises de desempenho, de custo e de resultados. É esse retorno que os órgãos públicos precisam dar para a sociedade. É preciso ter liderança, estratégia e controle, com gerenciamento, gestão de riscos e integridade”, defendeu Marconi.

A presidente do Instituto Vianna Júnior, Mariângela Vianna, agradeceu a oportunidade de sediar “um evento de tamanha grandeza, envolvendo um público qualificado de gestores e servidores da região”.

Na sequência, o diretor da Regional Zona da Mata da Associação Mineira dos Municípios e prefeito de Muriaé, Ioannis Konstantinos Gramatikopoulos, discursou representando o presidente da AMM, Julvan Lacerda. Grego, como é conhecido no meio político, parabenizou o Tribunal de Contas pela iniciativa de dar “um passo de aproximação, de criação de pontes entre a Corte e os 853 municípios do Estado. O Tribunal e os municípios não são alimentadores de uma ação beligerante, ao contrário, caminhamos juntos, buscando soluções para as diversas demandas da nossa sociedade”, definiu.

A promotora de justiça Danielle Vignoli disse ser uma entusiasta da promoção de encontros como o de Juiz de Fora e abordou a importância da priorização do Controle Interno nos municípios porque, segundo ela, “ele é o melhor amigo do gestor. Quando o Controle Interno trabalha de forma atuante e está bem estruturado para isso, ele detecta e corrige questões que sequer irão chegar ao Controle Externo, ou seja, dá segurança e tranquilidade ao prefeito para tomar as medidas de gestão”, avaliou a promotora.

Após a solenidade oficial, Marconi Braga voltou ao palco para falar sobre “Controle com desenvolvimento: tópicos relevantes na relação do TCEMG com os municípios” e a analista Mariza Nunes fez palestra sobre “Projeto Receitas Públicas Municipais”.

No início da tarde, o analista do TCEMG, Filipe Wendling apresentou o Cadastro de Agentes Públicos do Estado de Minas Gerais (CAPMG) e Thiago Henrique da Silva abordou o tema “A aproximação dos controles externo, interno e social e os ganhos para a localidade”. Na sequência, a diretora da Escola de Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo, Naila Mourthé, discorreu sobre “A consolidação do Programa Na Ponta do Lápis e o incremento no controle social”. O dia foi encerrado com as palestras das analistas Ana Elisa de Oliveira sobre “Fixação de subsídios e restos a pagar em final de mandato” e Érica Apgaua sobre “Processos licitatórios otimizados”.

Amanhã, o TCE volta ao Instituto Vianna Júnior para continuar o trabalho de orientação aos municípios da Zona da Mata. O Encontro Técnico é coordenado pela Escola de Contas e Capacitação Professor Pedro Aleixo, do TCEMG. Confira a programação do segundo dia:

8h30-9hApresentação dos casos de sucesso (boas práticas) e do aplicativo Lupa de Minas
9h – 10hEficiência na arrecadação tributária: a nova fiscalização do TCEMG – Paulo Henrique Figueiredo  
10h – 11hAs tomadas de contas especiais e a prevenção de ilícitos na gestão municipal – Pedro Henrique Azevedo
11h – 12hSala mineira do empreendedor e fomento à economia local – SEBRAE

  Veja as fotos do evento no Flickr oficial do TCEMG:

Encontro Técnico 2019 em Juiz de Fora

mariana.oliveira administrator

X